sexta-feira, 17 de julho de 2009

O dia C

Depois de mais umas semanas de ausência derivadas do meu retiro académico que culminou com 10 dias de puro estudo de ausência humana com estudo afincado e cinco exames.


Três já estão feitos e trato agora de recuperar a minha alma enquanto espero pelos outros dois resultados.


E por isso regresso a este espaço privilegiado de comunicação.


Recomendações:



Começo por revelar o meu bunker de abrigo durante estes dias. Em pleno Saldanha, na Avenida Praia da Vitória há um centro comercial meio obscuro de seu nome 222. Na cave há um restaurante egípcio, pertença do senhor Nasser Torky que, para além de fabulosa comida a preços bastante convidativos, oferece ainda a possibilidade de se fumar shisha em confortáveis assentos. Se somarmos a isto uma vasta gama de chás de qualidade (como suspiro por aquele chá de menta!!!), creio que temos um pequeno sítio de referência no coração de Lisboa.


Já que falo em chás, não queria deixar de destacar a primeira loja portuguesa de chás que me deixa consideravelmente satisfeito:


A First Flush, mesmo ali à saída do metro Baixa\Chiado, tem um acervo por deveras interessante, os chás têm uma qualidade rara, pelo menos a ter em conta os que já provei, e o atendimento é feito por quem sabe e gosta. Confesso que fiquei positivamente impressionado e que jurei a mim mesmo lá voltar assim que a minha despensa se torne um pouco mais comportável, já que o consumo diário de quase 3 litros se tem revelado insuficiente para a esvaziar. Mas vão! Verão que não se arrependem!


A nível de leituras há a destacar o mais recente romance do escritor angolano José Eduardo Agualusa, que será apresentado na Biblioteca de Grândola na próxima 2ª- feira (sim, é um convite) pelas 21h30. A apresentação do autor caber-me-à a mim, mas isso já são outras estórias.



Caso não possam vir, e mesmo que o façam, leiam-no, pois é fabuloso. A crítica poderosíssima ao ainda mais poderoso regime qualquer coisa de democrático angolano é estrondosa, impressionante, incapaz de nos deixar indiferentes. Ah, e tudo isto com o cunho brilhante da infinita capacidade narrativa de Agualusa.


Já agora, começa hoje o Festival de Músicas do Mundo de Sines, que sempre vale uma atenta visita, muita praia e muita experiência diferente (entendam com isto o que quiserem).



Bom fim de semana e até já!!

Página Inicial

3 comentários:

  1. Bem vindo amigo e espero que tenhas bons resultados nos 2 que te faltam.

    Falas no José Eduardo Agualusa, só posso dizer coisas boas desse grande senhor da escrita. Além de ser um comunicador por excelência.

    Quanto à tua sugestão, ai no Marquês, por acaso a minha tia trabalha nesse edificio e já conheço esse local que referiste.Muito bom!

    Grande Abraço!

    ResponderEliminar
  2. http://worldultra1993.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  3. Boa sorte para os exames... gostei muito deste post.

    www.lotacao-esgotada.blogspot.com

    ResponderEliminar

Home - Desportugal - Blog de Notícias Desportivas