terça-feira, 10 de junho de 2008

EURO 2008 : Grupo C - Holanda reedita Laranja Mecânica e goleia Itália por 3-0. França e Roménia dão autêntico nulo

Sneijder marcava num remate acrobatico

A Holanda goleou a Itália por 3-0 e ganhou destaque no chamado grupo da morte, depois do empate a zero entre Roménia e França. Num jogo fabuloso, a selecção laranja mostrou em Berna que é candidata ao título e até fez lembrar aquela que encantou a Europa há 20 anos. Há 30 anos que os holandeses não venciam os italianos!

No melhor jogo do Europeu até ao momento, cedo se percebeu que os seleccionadores Marco van Basten e Roberto Donadoni (antigos companheiros no AC Milan entre 1987 e 1993) iam apostar num futebol de ataque. O jogo começou a todo o vapor, com o perigo a rondar as duas balizas.

Ruud van Nistelrooy marcava perante Buffon

A partir dos 15’, a Holanda ganhou supremacia e Van Nistelrooy começou a incomodar a insegura dupla de centrais italiana, formada por Materazzi e Barzagli. Que falta fez Fabio Cannavaro! O avançado do Real Madrid quase marcou por duas vezes, mas Buffon e o defesa do Inter Milão tiraram-lhe o pão da boca.

Entre os minutos 26 e 31 a Holanda marcou por duas vezes, mas desta vez com muita sorte à mistura. No primeiro golo Van Nistelrooy estava fora-de-jogo, o que suscitou a fúria dos adeptos italianos, pois o lance foi repetido nos ecrãs gigantes do EstádioWankdorf. E o segundo golo, é certo que foi conseguido após fantástica jogada de contra-ataque concluída por Sneijder, surgiu na sequência de um corte de Van Bronckhorst em cima da linha de golo. Curiosamente, dois golos marcados por jogadores do Real Madrid.

Até ao intervalo o jogo não caiu de qualidade e intensidade. A Holanda poderia ter arrumado a questão, mas Buffon negou o bis a Van Nistelrooy. E do outro lado, Van der Sar também brilhou após excelente remate de Di Natale.

A squadra azzurra veio do intervalo com outra vontade e Zambrotta esteve perto de reduzir. Com as entradas de Grosso e Del Piero, a Itália tornou-se ainda mais perigosa. A Holanda não se intimidou e rapidamente voltou ao nível do primeiro tempo. Aos 79 minutos, Van Bronckhorst estabeleceu o resultado final, culminando uma fantástica exibição. E Buffon ainda evitou o 4-0 com uma grande defesa.

França e Roménia anularam-se

Franca e Romenia deram mau espectaculo

Desilusão! França e Roménia empataram a zero num jogo com escassas oportunidades e que acabou por ser demasiado monótono. Olegário Benquerença foi o quarto árbitro de uma partida que não deixou saudades. Ainda assim, foram os franceses que mais fizeram pela vida, como de resto lhes competia pelo estatuto de favoritos que lhes é conferido. Osbleus estiveram perto do golo por quatro vezes, duas em cada parte. No primeiro tempo através de um cabeceamento de Anelka por cima da barra e depois através deumremate fraco de Benzema, em cima do intervalo, defendido sem problemas por Lobont. Na segunda parte, foi de novo o avançado do Olympique Lyon a desperdiçar duas boas oportunidades para abrir o marcador. A Roménia só se preocupou
em defender e bem. Se esse era o objectivo, então pode falar-se que a equipa de Victor Piturca cumpriu a missão. Entre os romenos, merece referência a utilização e Marius Niculae, ex-avançado do Sporting, que entrou aos 78 minutos para o lugar da estrela Adrian Mutu, muito apagado, talvez devido à morte da avó. Esta partida marcou o francês Lilian Thuram, que se tornou o jogador com mais encontros realizados em Europeus (15, ultrapassando Poborsky e Zidane).

Resultados da 1ª jornada do Grupo C do EURO 2008

Holanda - Itália, 3-0 (Van Nistelrooy 26', Sneijder 31' e Van Bronckhorst 79')
Roménia - França, 0-0

Classificação do Grupo C do EURO 2008

Tabela classificativa do Grupo C

Vídeos

Holanda 3-0 Itália
Van Nistelrooy 26'
Sneijder 31'
Van Bronckhorst 79'



Roménia 0-0 França


Add to Technorati Favorites

Fotos: AP

Página Inicial

5 comentários:

  1. Não vi a França, mas creio que nada perdi. Vi apenas alguns trechos de Holanda com a Itália. Gostei da equipa da Holanda. Muito rápida, com jogadores habilidosos, sempre com a mente no ataque e com uma grande referência na área adversária. Já da Itália não gostei, mas tb já não gostava em 2006 e, ainda assim, eles foram campeões do mundo. Um meio-campo com Ambrosini e Gattuso nunca contará com a minha simpatia. É muita crença na força defensiva e no contra-ataque. Não me encanta.

    ResponderEliminar
  2. Jogo bonito de se ver...
    A Itália pareceu-me uma equipa bastante fragilizada a nível defensivo e parece não haver patrão naquela defesa(Cannavaro a fazer falta).
    A Holanda é a selecção que melhor serviço mostrou no Euro até agora...Melhor que no Mundial 2006,esta equipa está recheada de jogadores novos e experientes...Trocam bastante bem a bola e têm bastante sentido posicional dentro de campo...Uma boa equipa para ganhar este Euro.


    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  3. Grande jogo! Holanda tem uma selecção muito forte. Grande jogo do Gio, fogo, que grande lateral.
    Itália devia ter metido o Grosso de início, sem dúvida. A defesa só meteu água, e na frente também não correu muito bem. Salvou-se o Pirlo, a espaços.

    ResponderEliminar
  4. Bem, mas que grande jogo de futebol!... Já não via um jogo destes há muito tempo. Grande jogo da Holanda, a única que parece, até ver, poder dar luta às trutas dos costume e quiçá a Portugal... Espectáculo jogo do Sneijder. Que curte de jogador.

    ResponderEliminar

Home - Desportugal - Blog de Notícias Desportivas