terça-feira, 17 de junho de 2008

CONMEBOL: Fase de qualificação - Vexame brasileiro em Assunção; empate sofrido da Argentina.

Santa Cruz - festa paraguaia

A Seleção Brasileira de Dunga deu outro vexame. Após dois jogos amigáveis com atuações horríveis (3-2 no Canadá e 0-2 para a Venezuela), o Brasil foi facilmente batido pelo Paraguai, no estádio Defensores del Chaco, em Assunção: 2-0, pela quinta rodada das eliminatórias para o Mundial 2010. O quarto lugar na classificação reflete o momento da equipe.

Atuando com três jogadores de marcação no meio campo – Josué, Mineiro e Gilberto Silva -, o Brasil levou pressão do time “guarani” na etapa inicial, incluindo uma bola na trave aos 24’, em chute de Cabañas. Pouco depois, não teve jeito: Santa Cruz escorou cruzamento após escanteio e fez 1-0.

No segundo tempo, logo aos 48 minutos, o paraguaio Darío Verón foi expulso após levar o segundo cartão amarelo. Entretanto, um minuto depois, em contragolpe, Santa Cruz avançou na área brasileira e chutou para defesa de Júlio César. No rebote, o “gordinho” Cabañas ampliou o placar.

Com desvantagem no placar e vantagem numérica, a Seleção até criou um pouco mais, principalmente em duas finalizações de Ânderson, que entrara na etapa final. Mas não foi suficiente para evitar nossa primeira derrota nas eliminatórias.

Quarta-feira, a Seleção encara, no estádio Mineirão, a Argentina. Que também não cumpriu seu papel na rodada de fim de semana: empatou em casa com o Equador, marcando um gol no último minuto dos acréscimos da partida.

No estádio Monumental de Nuñez, a Argentina massacrou os equatorianos em número de finalizações e posse de bola. Mas, com uma defesa segura e aparentemente intransponível, os visitantes se aproveitaram do contra-ataque para calar a torcida local aos 68’: Urrutía acertou um lindo chute e abriu o placar.

A partir daí, o Equador não mais atacou, colocando-se por completo no campo defensivo. Funcionou até os 93 minutos: Palacio aproveitou erro da zaga e fuzilou, da entrada da área. E seguiu-se a escrita argentina de não perder como local por eliminatórias desde 1993 (quando levou 0-5 da Colômbia de Valderrama e Higuita).

No sábado, dois empates por 1-1 deram início à rodada. Em Montevidéu, o Uruguai apenas empatou com a crescente Venezuela, hoje quinta colocada e garantindo-se na repescagem. Os celestes dominaram a partida, mas em apenas uma oportunidade transformaram tal domínio em gol: com Lugano, aos 13’. Aos 55’, Vargas empatou, e a “Vinõtinto” contou com boa atuação de seu goleiro, Vega, para assegurar o ponto.

Em Lima, um jogo modorrento entre peruanos e colombianos. No fim, um justo empate, com gols de Rodallega (Col) e Marino (Per). Fechando a rodada, domingo, nem a altitude de La Paz salvou a Bolívia, derrotada pelo Chile (0-2). Medel fez os dois gols, o primeiro um golaço de bicicleta.

Na terça-feira, o Uruguai recebe o Peru; quarta-feira, se enfrentam Brasil e Argentina, Equador e Colômbia, Bolívia e Paraguai; quinta-feira, jogam Venezuela e Chile.

Resultados da 5ª jornada da qualificação para o Mundial 2010 – CONMEBOL

Uruguai – Venezuela, 1-1 (Lugano 12’: Vargas 55’)
Peru – Colômbia, 1-1 (Marino 39’; Rodallega 8’)
Paraguai – Brasil, 2-0 (Santa Cruz 26’, Cabañas 49’)
Argentina – Equador, 1-1 (Palacio 90’; Urrutía 69’)
Bolívia – Chile, 0-2 (Medel 29’, 76’)

Classificação

class_eliminatoria5

Vídeos

Paraguai 2-0 Brasil


Argentina 1-1 Equador


Uruguai 1-1 Venezuela


Peru 1-1 Colômbia


Bolívia 0-2 Chile


Texto: Matheus Rocha (correspondente e coloborador do Desportugal no Brasil) (fotos: Terra)

Página Inicial

1 comentário:

  1. jorge lourenço18 junho, 2008 15:03

    É, não tem como disfarçar, o escrete está muito mal. Depois de uma preparaçãoo totalmente jogada na europa, a fase regular de apuramento tem sido fraca demais.Ou Dunga acerta rápido já com a Argentina, ou então tem caminho livre para a saída.

    ResponderEliminar

Home - Desportugal - Blog de Notícias Desportivas