quinta-feira, 27 de dezembro de 2007

Liga Inglesa : 19ª jornada - Manchester United goleia e aproveita empate do Arsenal para liderar isolado

Cristiano Ronaldo rematava para mais um golo do Manchester United em Sunderland

O Manchester United aproveitou a tradicional jornada do futebol inglês apelidada de "Boxing Day", disputada por tradição a 26 de Dezembro, para chegar à liderança isolada da Liga Inglesa. A equipa de Alex Ferguson ganhou facilmente em Sunderland por 0-4 e beneficiou do empate cedido pelo Arsenal na deslocação a Portsmouth (0-0), passando a comandar a tabela com um ponto de vantagem sobre os "gunners", sete sobre o Chelsea e mais nove do que o Liverpool que tem um jogo a menos.

O craque português, Cristiano Ronaldo voltou a ser uma das figuras do ManUnited na vitória tranquila que os "red devils" conseguiram sobre a equipa treinada por Roy Keane (ex-capitão do Red Devils), tendo marcado o terceiro golo do jogo, na transformação perfeita de um livre directo, a poucos minutos do intervalo. A inspiração dos MU não foi apenas C.Ronaldo (foi poupado por Alex Ferguson a partir dos 57 minutos, tendo entrado para o seu lugar ao coreano Park, que não competia desde Março). Com Nani entre os titulares, o Manchester United começou a construir a vitória à passagem dos 20 minutos, por intermédio de Rooney. Uma vantagem que dilatou ainda no primeiro tempo, com mais dois golos, um de Saha (29) e outro de Ronaldo (45). Já com o triunfo assegurado, o Manchester abrandou o ritmo e as oportunidades de golo também escassearam, até que Nani foi derrubado na grande área do Sunderland (86) e na conversão da penalidade Saha bisou.

Cristiano Ronaldo reforçou, assim, o primeiro lugar da lista de marcadores da Liga Inglesa, agora com 12 golos, mais dois do que Adebayor (Arsenal), Anelka (Bolton) e Robbie Keane (Tottenham). Recorde-se que o extremo já tinha bisado no jogo de domingo passado com o Everton, garantindo a vitória ao United.

O Arsenal jogou à noite, sabendo que teria de ganhar para conservar o comando da tabela, mas fez uma exibição abaixo do habitual e não foi além do empate no estádio do Portsmouth. Sem Pedro Mendes, que nem no banco esteve, a equipa da casa dominou a primeira parte e também teve uma excelente oportunidade na segunda, mas acabou o jogo a afastar bolas da sua área, tal a pressão que a formação orientada por Arsène Wenger fez nos minutos finais. O golo acabou, no entanto, por não acontecer, e o Arsenal perdeu o primeiro lugar, depois de ter estado na liderança desde o início da época.

Em Stamford Bridge, o Chelsea voltou a perder terreno, ao empatar com o Aston Villa (4-4), num jogo de loucos, cheio de alternâncias no marcador e com três cartões vermelhos, incluindo um mostrado a Ricardo Carvalho, após uma falta duríssima sobre um adversário.

Sem Hilário, que ao contrário do esperado ficou no banco, pois Cech recuperou a tempo de uma lesão, a equipa londrina chegou a estar a perder por 2-0, mas dois golos de Shevchenko (o primeiro na sequência de uma grande penalidade que também resultou no primeiro cartão vermelho da tarde, mostrado a Knight, central do Villa) e um de Alex permitiram-lhe virar o resultado no início da segunda parte. Só que os visitantes não desistiram e voltaram a empatar, ainda antes do lance que ditou a expulsão do central português.

A dois minutos do fim, os "blues" adiantaram-se novamente, com um golo do regressado Ballack (entrou na primeira parte para o lugar do lesionado Lampard), e pareciam ter os três pontos garantidos, mas o jogo ainda não tinha terminado. Nos descontos, o árbitro descobriu uma mão na bola de Ashley Cole dentro da área do Chelsea, assinalando um penálti duvidoso a favor do Aston Villa, que não desperdiçou a oportunidade para restabelecer a igualdade.

No final da partida, os responsáveis do clube londrino queixaram-se da arbitragem devido à jogada do penálti decisivo, mas não da expulsão de Ricardo Carvalho, que até já pediu desculpas pela entrada muito dura que lhe valeu o vermelho. "Nunca foi minha intenção magoar Agbonlahor com a entrada. Ia para a bola e não quero que as pessoas pensem que tentei magoar outro jogador. Não o vi depois do jogo para pedir desculpa, mas pedi que lhe passassem a mensagem", afirmou o internacional português, que não deverá escapar a um castigo da Federação inglesa.

Nos outros jogos de ontem, destaque para o difícil triunfo do Liverpool no terreno do Derby County (2-1), apenas garantido nos minutos finais por um golo de Gerrard. Fernando Torres também facturou, abrindo o marcador para os "reds", que depois permitiram o empate ao Derby, actual último classificado da Premier League, antes do tento decisivo de Gerrard. A equipa de Anfield subiu, assim, ao quarto lugar, aproveitando o facto de o Manchester City só jogar hoje com o Blackburn, na partida que fechará esta 19.ª jornada.

O dia correu igualmente bem ao Tottenham, que goleou o Fulham por 5-1, e também ao Everton, vitorioso na recepção ao Bolton (2-0), num jogo em que Nuno Valente ficou no banco. Sem Boa Morte, o West Ham não fez melhor do que empatar em casa com o Reading a uma bola, enquanto o Newcastle foi um dos grandes derrotados da ronda, ao perder na deslocação ao estádio do Wigan por 1-0.

Resultados da 19ª jornada da Liga Inglesa - Premiership 2007/2008

Sunderland - Manchester United, 0-4 (Rooney 20', Saha 30' e 86' g.p. e Cristiano Ronaldo 47')
Portsmouth - Arsenal, 0-0
Derby County - Liverpool, 1-2 (McEveley 67'; Torres 12' e Gerrard 90')
Chelsea - Aston Villa, 4-4 (Shevchenko 47' gp e 50', Alex 66' e Ballack 88'; Maloney 14 e 44', Laursen 72' e Barry 92' gp)
Everton - Bolton, 2-0 (Phil Neville 51' e Chaill 70')
Birmingham - Middlesbrough, 3-0 (Downing 22' p.b., Forssell 45' e McSheffrey 94' g.p.)
Wigan - Newcastle, 1-0 (Taylor 65')
Tottenham - Fulham, 5-1 (Keane 27' e 62', Huddlestone 46' e 71' e Defoe 90'; Dempsey 60')
West Ham - Reading, 1-1 (Solano 42'; Kitson 60')
Manchester City - Blackburn, 2-2

Classificação da Liga Inglesa

Classificação da Liga Inglesa

Vídeos

Sunderland 0-4 Manchester United
Rooney 20'
Saha 30' e 86'
Cristiano Ronaldo 47'


Chelsea 4-4 Aston Villa
Maloney 14 e 44'
Shevchenko 47' e 50'
Alex 66'
Laursen 72'
Ballack 88'
Barry 92'



Tottenham 5-1 Fulham
Keane 27' e 62'
Huddlestone 46' e 71'
Dempsey 60'
Defoe 90'


Vem fazer parte da equipa do Desportugal (saber mais neste link)

Add to Technorati Favorites

Foto: AP

Página Inicial

3 comentários:

  1. Já não há palavras para descrever este fenómeno Ronaldo. Este rapaz é de longe o melhor jogador do Mundo da actualidade.

    ResponderEliminar
  2. césar fernandes27 dezembro, 2007 19:00

    Vi agora os resumos do United e Chelsea... Ronaldo mais uma vez, que livre supremo e tb excelente golo do Shev. Aquele franguinho do Cech, vai lá vai

    Premier League está a bombar!

    Bom ano!

    ResponderEliminar
  3. Golaço do CR7.

    É impressionante como ele "alinha" força e técnica em um só remate.

    ResponderEliminar

Home - Desportugal - Blog de Notícias Desportivas