segunda-feira, 22 de outubro de 2007

Kimi Raikkonen superou Hamilton e Alonso e sagrou-se Campeão do Mundo de Fórmula 1

Kimi Raikkonen cortava a meta em 1º lugar no GP do Barsil de F1  (Home - Página Inicial do Desportugal)

Contra todas as espectativas, o finlandês Kimi Raikkonen (Ferrari) conquistou, sensacionalmente a edição 2007 do “Mundial” de Fórmula 1, ao vencer o Grande Prémio do Brasil e beneficiar da desastrosa prestação do "rookie" Lewis Hamilton (McLaren-Mercedes). Com poucas possibilidades à partida para a última prova da época (seguia em 3.º, a sete pontos do líder), o piloto nórdico acabou o campeonato um ponto à frente de Hamilton, que pagou os erros cometidos com um decepcionante 7.º posto, e do outro piloto da McLaren, o espanhol Fernando Alonso, no terceiro lugar.

Raikkonen na frente seguido de Massa e Alonso

Raikkonen contou com a preciosa ajuda do seu companheiro de equipa, o brasileiro Felipe Massa, que foi segundo, roubando 2 pontos a Alonso, vencedor dos dois últimos mundiais, e um ao jovem inglês, grande derrotado do dia. Se Fernando Alonso fez o que podia, já que não teve carro para acompanhar o ritmo dos dois Ferrari, Lewis Hamilton teve uma primeira volta para esquecer, repetindo o falhanço da última corrida, em que desistiu, quando tinha tudo para vencer o ceptro. Hamilton, que partiu da segunda posição, foi ultrapassado na largada por Raikkonen e, pouco depois, por Alonso: então, tentou, de forma desesperada, recolocar-se à frente do espanhol, o que lhe custou uma saída de pista e a queda para o 8.º lugar. O jovem inglês ainda recuperou até à sexta posição, mas, depois, teve problemas no carro a caiu para o 18.º lugar, não conseguindo mais do que recuperar até ao sétimo, insuficiente face ao triunfo de Raikkonen, que somou o 6.º triunfo da época.

Nos lugares da frente, Fernando Alonso esteve durante muitas voltas em posição de líder provisório do “Mundia”, mas apenas na matemática, pois sabia-se que, se necessário, Massa deixaria passar Raikkonen se este precisasse dos 10 pontos. A ultrapassagem acabou por acontecer na última paragem nas boxes, com o finlandês a parar três voltas depois do brasileiro e a sair na frente, controlando, depois, tranquilamente a liderança, já que, apesar de seguir por perto, Massa não representava uma ameaça. Lá para trás, Hamilton, que teria sido campeão com o quinto lugar, não conseguiu passar do 7.º posto e Raikkonen pôde festejar...

Ferrari e Raikkonen campeões da Fórmula 1

Dados:

Nome: KIMI Matias RAIKKONEN.
Naturalidade: Espoo (Finlândia).
Data de nascimento: 17 de Outubro de 1979.
Equipas na F1: Sauber (2001), McLaren (2002 a 2006) e Ferrari desde 2007).
Estreia na F1: GP Austrália (2001), com um Sauber (10º lugar).
Primeira vitória na F1: GP Malásia (2003).
Grandes Prémios de F1 disputados: 122.
Vitórias na F1: 15.
Pole positions na F1: 14.
Pódios na F1: 48
Títulos: Fórmula Renault Britânica (2000) e Mundial de Fórmula 1 (2007).

Fotogalerias:

Fotos da carreira de Kimi Raikkonen (aqui)
Fotos da corrida - jornal Marca (aqui) , do jornal Às (aqui )
Fotos da festa de Raikkonen e da Ferrri (aqui) e (aqui)
Fotos da temporada 2007 de F1 (aqui)

Vídeo

Grande Prémio do Brasil de Fórmula 1 (partida inicial) - em italiano


Grande Prémio do Brasil de Fórmula 1 (partida inicial) - em espanhol



Vem fazer parte da equipa do Desportugal (saber mais neste link)


Fotos: Gazzetta dello Sport + Às

Página Inicial

8 comentários:

  1. Hamilton nem Alonso não ganharam, porque quando dentro de uma equipa há competição entre dois para um ser campeão e não estão sincronizados para se ajudarem, dá porcaria, foi o que aconteceu . . . enquanto na Ferrari definiu-se logo , Kimi para ganhar, Massa para apoiar/ajudar e sincronizaram-se bem. Por isso o título foi do Kimi em pontos e grande trabalho do Massa.

    ResponderEliminar
  2. parabéns para a Ferrari!
    ao Raikkonen que não foi o melhor piloto da temporada, mas aproveitou as chances!
    ano quem o Massa ganha pelo menos gostava.

    ResponderEliminar
  3. mario fernandes22 outubro, 2007 14:34

    não vi a corrida, mas que grande lol para a mclaren que a um passo do titulo o deixa escapar, eu queria que ganhasse o Hamilton, mas ja desde os tempos da mclaren que acho que o kimmi é um piloto excelente que mais tarde ou mais cedo ia ser campeão

    ResponderEliminar
  4. Queria que o Hamilton ganhasse mas ganhou o kimi... não me importo pois é também dos meus pilotos preferidos.

    Gosto de F1, embora seja não perceba muito de motores, aerodinamica e essas cenas... Alguém me explica como a temperatura da gasolina afecta o desempenho do carro... Tipo torna-os mais ráppidos é isso??

    ResponderEliminar
  5. Eu nem sou GRANDE fa da Ferrari....
    Mas o meu odio pelo Alonso ultrapassa o quanto eu nao gosto da Ferrari.apesar de nao gostar muito da ferrari admito que este ano a Mclaren foi vergonhosa

    ResponderEliminar
  6. PAULO CERQUEIRA22 outubro, 2007 14:39

    Bem, otem cheguei a casa e vi uma noticia destas! Fantástico! Não só, não foi o espanhol a vencer o campeonato, como quem o acabou por vencer foi aquele por quem eu torcia, até por representar a Ferrari! Muito bom!

    ResponderEliminar
  7. gostava que o hamilton tivesse ganho..mas acho que é justa a dobradinha da ferrari (mundial de pilotos e construtores) depoies da espionagem da mclaren

    ResponderEliminar
  8. André Barros, se queres que te diga , tb não percebo patavina de mecânica. Essa do combustivel consgelado é nova para mim.Se isso for bom vamos todos por no frigorifico combustivel em vez de leite ou outros afinas..ehehehe

    ResponderEliminar

Home - Desportugal - Blog de Notícias Desportivas