sexta-feira, 13 de abril de 2007

Benfica empata 0-0 com Espanyol e está afastado da UEFA (vídeo)

Rui Costa foi o rosto do desalento encarnado no afastamento da UEFA

O Benfica foi eliminado da Taça UEFA, depois de empatar em casa sem golos com o Espanyol, que fez valer o 3-2 da primeira mão. Após uma primeira parte sofrível, os encarnados mereciam pelo menos um golo na segunda. Mas o melhor que conseguiram foi atirar duas bolas ao ferro e falhar um golo certo por Nuno Gomes

Esperava-se um Benfica mandão e sem a cabeça no cansado das pernas, como anunciara Fernando Santos, mas nos primeiros minutos viu-se uma equipa bem desenhada (duplo triângulo) , mas lenta, complicativa e amarrada. Nuno Gomes e Miccoli não se livravam das marcações e Rui Costa era um farol sobrecarregado por uma dupla função: segundo trinco e construtor. Ernesto Valverde não precisou de dizer aos seus jogadores para não pensarem nas dores das pernas, porque estiveram a ser massajadas enquanto jogavam os suplentes na última jornada da Liga espanhola. Frescos e móveis, ganhavam constante superioridade numérica.

Com a área e as alas fechadas (Nélson e Léo não subiam) , Rui Costa e Karagounis experimentavam os fortes pontapés de longa distância, mas a Luz emudeceu quando, aos 12’, o remate do uruguaio Pandiani veio devolvido pelo poste. Aos 16’ apareceu Simão, noutro remate de longe, que acabou desviado para canto. Perto da meia hora, Nuno Gomes desviou um canto de Simão mas David Luiz falhou à boca da baliza.

A única explicação razoável para a segunda parte demolidora do Benfica não pode ser outra: ao intervalo os jogadores trocaram de pernas! A águia fez das fraquezas forças e entrou determinada a marcar o golo que lhe garantiria a passagem às meias-finais.
Aos 48’, fabricou a primeira jogada envolvente do jogo, com Simão a falhar. Dois minutos depois do próprio Fernando Santos ter chamado Mantorras, Nuno Gomes permitiu uma defesa inacreditável ao guarda-redes Iraizoz!

Aos 71’, Miccoli atirou ao poste direito, com a bola a ressaltar em Iraizoz e a não entrar, depois de mais uma grande jogada colectiva. Dois minutos depois, o mesmo poste vibrou com um remate fortíssimo de Rui Costa, atirado de livre!
Mantorras também teve o golo na cabeça, mas estava escrito que o ia terminar a zeros...

Em conclusão , eles (espanhóis e ingleses) é que têm o dinheiro e nós "pobres" portugueses é que temos obrigação de ganhar . Esta é a maldição das grandes equipas portuguesas , que fruto de vitórias passadas , continuam ter o "rótulo" de ter como objectivo de cada época vencer ou atingir finais das competições europeias .

Existe ainda muita gente que vive , fala e escreve de futebol , que quando jogamos com este ou aquele são tudo favas contadas . Essa altura já passou há muito e hoje em dia todas as equipas são competitivas e mesmo uma equipa do meio da tabela do campeonato espanhol pode ditar o afastamento das uma das mais mediáticas portuguesas , como foi o caso .

No actual futebol europeu , onde o dinheiro é a base para a construção das grandes equipas , chegar a uns quartos-de-final duma competição europeia para nós, é assinalável e nada desprestigiante . Resta esperar

Benfica 0-0 Espanyol


Comentado em espanhol












Foto: AP

Página Inicial

7 comentários:

  1. Parabens ao meu Benfica pela forma como lutou até ao fim. Quando os jogadores dão tudo, só podemos aplaudi-los e desejar melhor sorte para a próxima.

    ResponderEliminar
  2. Gostava de ver uma equipa portuguesa na final,mas afinal as finais da Uefa e da Champions sao só para as "grandes equipas", e esse tal "glorioso" de grande nao tem nada. Sao como um museu de antiguidades dos anos 60.É verdade que o meu Porto este ano nao fez nada pela essa Europa fora,mas ao menos ganharam a UEFA em 2004 e a Champions em 1987 e 2005.Voces a ultima vez que ganharam alguma coisa foi em 1962,no tempo dos dinossauros...hééééhooo, acordem Benf

    ResponderEliminar
  3. Em uma semana ja perdemos tudo provavelmente ;tenho que admitir que os nossos jogadores não tenhem estofo para nada nem pressão nem talento NADA....Mais uma grande TRISTESA.Mas quando vão nos dar alegrias???!!!Agora vamos tentar ficar pelo menos em 2º na liga

    ResponderEliminar
  4. É doloroso perder assim. Mas agora que a Uefa se foi, a Taça de Portugal já era e o segundo lugar está por um fio, é óbvio que está na altura de contratar um técnico para construir uma equipa a sério para a próxima época. Ouviu sr. presidente???

    ResponderEliminar
  5. VASCO TRINDADE13 abril, 2007 04:27

    OH NUNO GOMES , NO MESMO ANO FALHAR DOIS OU 3 GOLOS À BOCA DA BALIZA .

    AI INÍCIO AINDA ACHAMOS QUE É AZAR , AGORA SISTEMÁTICAMENTE .

    QUANTO AO NELSON DEVIA ENCOSTAR O RESTO DA ÉPOCA E FICAR A TREINAR CRUZAMENTOS ATÉ FICAR COM O PÉ INCHADO .

    ResponderEliminar
  6. Este Benfica é uma vergonha e há que admiti-lo.

    Derrota monumental !

    ResponderEliminar
  7. SANDRO FERREIRA13 abril, 2007 04:31

    O Benfica volta a fazer uma 1ª parte de má qualidade, tendo-se a registar apenas um remate ao poste do Espanhol.
    Pela negativa há que fazer referência ao anti-jogo praticado pelos espanhois desde os primeiros minutos.

    Na 2ª parte primeiros 10 minutos de muito má qualidade com a bola andar pelo ar de meio campo para o outro. A partir daqui o Benfica conseguiu assentar o seu jogo partindo para cima dos espanhois, a registar uma defesa "milagrosa" do Keeper espanhol em cima da linha a remate de Miccoli e duas bolas a baterem nos postes.
    Quando cheguei a casa vi que ficou um penalty por marcar contra o Benfica, pois no Estádio do local onde me encontrava não consegui descortinar.

    Fico com a sensação de que o Benfica é superior ao Espanhol mas como o resultado é que conta temos que esperar pela proxima.

    Faltou um golo hoje, mas o Benfica perde a eliminatória em Barcelona ao sofrer três golos que não se podem sofrer em alta competição

    ResponderEliminar

Home - Desportugal - Blog de Notícias Desportivas