quarta-feira, 16 de julho de 2008

Brasileirão: 11ª jornada - Flamengo, Cruzeiro, São Paulo e Sport vencem clássicos.

Fla cada vez mais líder

Quatro clássicos do Campeonato Brasileiro foram disputados neste último fim de semana, válidos pela 11ª rodada da competição. Flamengo, Cruzeiro, São Paulo e Sport venceram, respectivamente, Vasco, Atlético MG, Palmeiras e Náutico (que demitiu o técnico Leandro Machado e contratou Pintado).

Melhor para o Flamengo, que se manteve na ponta do Brasileirão com cinco pontos de vantagem para Cruzeiro e Grêmio, que voltaram a vencer após três jogos de “jejum”. Num Maracanã lotado com 63.611 pagantes, o Fla passou por cima do rival Vasco: 3-1, no primeiro clássico de Roberto Dinamite (ídolo vascaíno no passado) como presidente do clube.

Logo aos 9’, Ibson abriu o placar de pênalti; aos 35’, Fábio Luciano aproveitou erro da defesa e ampliou; Cristian fez o terceiro, num belo gol de fora da área. Com a superioridade total do Flamengo, torcedores do Vasco provocaram brigas na arquibancada - grupos ligados ao ex-presidente Eurico Miranda deram início ao incidente, hostilizando Dinamite. Eles nem festejaram o gol de Alex Teixeira, já no final da partida.

No início da semana, o técnico flamenguista Caio Júnior esteve próximo de anunciar sua ida para o Qatar FC, clube que recentemente levou o meia Roger, do Grêmio (e ex-Benfica e Corinthians). Entretanto, Caio acertou a renovação de contrato até o final de 2009 e teve um aumento no salário.

No mesmo horário, o Sport bateu o Náutico, em pleno estádio dos Aflitos (19.141 pagantes), por 0-2. O time campeão da Copa do Brasil começou forte e logo fez o primeiro, com Carlinhos Bala. Na etapa final, após cobrança de falta por Fumagalli, Durval fechou o placar. O revés causou a demissão do treinador Leandro Machado pelo “Timbu”, mesmo com a sexta posição na tabela. Vai entender...

No Olímpico, o Grêmio sofreu contra a Portuguesa (22.957 pagantes). Melhor em campo, a Lusa fez por merecer o gol de Rogério, que recebeu a bola num erro do zagueiro gremista Leo. Antes do intervalo, Tcheco cobrou canto e Marcel, outro ex-Benfica no time gaúcho, empatou. Quando faltavam 15 minutos para o final do jogo, o mesmo Marcel recebeu na área, matou no peito e mandou uma bomba para garantir o terceiro lugar do Grêmio na tabela.

Terceiro porque a segunda posição é do Cruzeiro, que derrotou o Atlético MG igualmente no sufoco. O Galo saiu na frente (gol de Danilinho, que está de saída para o futebol mexicano), mas acabou ficando mais um jogo sem vitória (a última ocorreu há um mês, contra o Ipatinga).

A vantagem durou pouco: Thiago Martinelli aproveitou escanteio de Jadílson e deixou tudo igual. O Cruzeiro começou melhor também no segundo tempo, mas não aproveitou e deu espaço para o rival nivelar a partida. Quando a partida caminhava para terminar empatada, Ramires recebeu lançamento na área e, livre de marcação, tocou na saída de Edson: Cruzeiro 2 a 1.

No Morumbi (22.235 pagantes), o São Paulo – há três jogos sem ganhar - abriu o placar rapidamente contra o Palmeiras. Jorge Wagner cruzou, Marcos não alcançou e André Dias completou: 1-0. Os palmeirenses tiveram um mau primeiro tempo, onde Valdívia principalmente “desapareceu” de campo.

Porém, o Palmeiras voltou melhor para o segundo tempo, com uma marcação acertada e indo com eficiência para o ataque. Rogério Ceni era constantemente acionado, e o São Paulo ficava com a arma dos contra-ataques. E quem marcou foi o Tricolor: Éder Luís fez boa triangulação com Jorge Wagner e chutou; a bola desviou e “matou” Marcos. Nos minutos finais, Jéci descontou, mas era tarde demais.

Noutros jogos, destacamos a segunda vitória seguida do Fluminense, desta feita contra o Vitória. O Flu ainda perdeu um pênalti (Dodô), mas confirmou o triunfo de virada na etapa final, com um gol do mesmo Dodô. Já o Coritiba buscou o empate nos minutos finais contra o Goiás num golaço de Bernardi.

O Botafogo abriu 0-2 no placar contra o Santos, que conseguiu o empate com dois gols de Kléber Pereira. Enquanto o Fogão estreou seu novo técnico, Ney Franco, os santistas amargaram o nono jogo sem vitórias.

O Internacional foi prejudicado pela arbitragem contra o Atlético PR, que abriu o placar depois de um pênalti inexistente marcado a seu favor. No final, o empate até que satisfez o time colorado. Já em Ipatinga, o clube local perdeu para o Figueirense. Cleiton Xavier fez o gol do Figueira, consolidando-se como principal jogador do time.


Resultados da 11ª jornada do Campeonato Brasileiro 2008
Fluminense – Vitória, 2-1 (Rafael 71’, Dodô 81’; Marquinhos 57’)
Goiás – Coritiba, 2-2 (Romerito 52’, Henrique 78’; Keirrison 46’, Bernardi 87’)
Santos – Botafogo, 2-2 (Kléber Pereira 78’, 85’; Zé Carlos 4’, Wellington Paulista 17’)
São Paulo FC – Palmeiras, 2-1 (André Dias 6’, Éder Luís 84’; Jéci 90’)
Ipatinga – Figueirense, 0-1 (Cleiton Xavier 21’)
Cruzeiro – Atlético MG, 2-1 (T. Martinelli 35’, Ramires 90’; Danilinho 33’)
Atlético PR – Internacional, 1-1 (Alan Bahia 58’; Índio 80’)
Grêmio – Portuguesa, 2-1 (Marcel 36’, 75’; Rogério 30’)
Náutico – Sport, 0-2 (Carlinhos Bala 10’, Durval 47’)
Flamengo – Vasco, 3-1 (Ibson 9’, Fábio Luciano 35’, Cristian 63’; Alex Teixeira 83’)

Classificação

class_br11_desportugal

Vídeos

Flamengo 3-1 Vasco


Cruzeiro 2-1 Atlético MG


São Paulo FC 2-1 Palmeiras


Náutico 0-2 Sport


Grêmio 2-1 Portuguesa


Texto: Matheus Rocha (correspondente e coloborador do Desportugal no Brasil) (foto: Terra)

Página Inicial

1 comentário:

  1. leonardo garcia16 julho, 2008 15:22

    ae acho q esse ano o gremio vai sair campeão apesar do flamengo estar muito bem mas a força do gremi em casa com sua torcida q não deixa de apoia um minuto tem tudo para vencer o capeonato

    ResponderEliminar

Home - Desportugal - Blog de Notícias Desportivas