quinta-feira, 19 de abril de 2007

Belenenses vence Sp.Braga por 2-1 e chega ao Jamor (vídeo)

Belenenses atinge final da Taça de Portugal após 18 anos de ausência

O Belenenses de Jorge Jesus carimbou a passagem à final da Taça de Portugal e consequente apuramento para a Taça UEFA , ao derrotar o Sp. Braga por 2 a 1 após prolongamento. Os golos da partida foram apontados por Dady aos 5 minutos, respondendo o Braga aos 35 minutos por intermédio de Maciel. Já na 2ª parte do prolongamento, José Pedro, na sequência de uma grande penalidade, estabelece o resultado final. O Belenenses vai assim encontrar o Sporting na final a ser disputada no Estádio Nacional (Jamor) no dia 27 de Maio , depois de 18 anos de ausência .

Uma curiosidade para o facto do treinador do Belenenses , Jorge Jesus , marcar presença pela primeira vez numa final da Taça de Portugal como treinador , ele que afirmou durante a antevisão ao jogo , que vai assistir a todas as finais desde os seus 13 anos de idade . E viu-se como sofreu no banco !

Numa mensagem pessoal , gostava de dar os parabéns ao meu amigo José Pedro (Salazar) , ele que tem vindo a fazer uma época espectacular no Belém . Ainda joguei em míudo com ele , em alguns torneios de futebol 5 e 7 . Ele nessa altura (14 , 15 anos ) já era federado , alinhava nos juvenis do Benfica e tinha realmente jeito para a bola , como tem vindo a confirmar na sua carreira de profissional .

Se Jorge Jesus apostou no mesmo Belenenses que bateu o Estrela, mantendo a dupla Dady/Garcês na frente, Jorge Costa revolucionou o Braga que empatou na Luz, com cinco caras novas no onze minhoto.

A última meia-final da Taça de Portugal arrancou com o golo do Belenenses. Ruben Amorim lançou Dady e o cabo-verdiano marcou com um belo chapéu que tornou infrutífera a saída de Paulo Santos. Ao primeiro tiro, o marcador funcionou.

O Braga não sentiu a desvantagem e partiu à procura do empate. O meio-campo minhoto começou a carburar e o Belém desapareceu. Quando Maciel empatou, depois de ter acertado na barra, com um remate em jeito, o Braga confirmava-se como dono do jogo e empatava com justiça com um excelente passe de calcanhar de Wender .

O ritmo frenético abrandou após o intervalo e o equilíbrio passou a ser a tónica dominante. Davide foi adaptado à direita - Frechaut foi para o lugar de Nem - ao mesmo tempo que o meio-campo arsenalista perdia algum fulgor.
O Belenenses estava mais estendido no relvado, mas limitava-se a fracos remates de longe.

Jorge Jesus foi o primeiro a recorrer ao banco, mas o técnico do Braga respondeu com Castanheira para o miolo, zona em que se notava um claro défice físico por causa do jogo com o Benfica. Ainda no tempo regulamentar, ficou a ideia que Frechaut agarrou Fernando na área do Braga.

O tempo extra começou com a expulsão de Wender e, como Vandinho ficou inferiorizado pouco depois, o Braga ficou a jogar com nove homens e meio. Como se não bastasse, Frechaut meteu o braço à bola num centro de Dady e Jorge Sousa marcou o penálti, com que Zé Pedro decidiu tudo.

Na última vez que marcou presença no Jamor, em 1988/89, a formação do Restelo ergueu o troféu, depois de um triunfo sobre o Benfica (2-1).

O Belenenses já encontrou o Sporting três vezes no jogo decisivo. O saldo positivo é dos «leões», que venceram duas vezes. Primeiro em 1940/41 (4-1) e depois em 1947/48 (3-1). Os «azuis» desforraram-se em 1959/60, com uma vitória por 2-1.

Belenenses 2-1 Sporting de Braga (1/2 final da Taça de Portugal)
Dady 6'´
Maciel 35'

Zé Pedro 111'


Foto: Mais Futebol

Página Inicial

5 comentários:

  1. andré simões20 abril, 2007 03:00

    Parabéns ao verdadeiro 4º GRANDE do futebol português!

    Finalmente estamos em grande .

    Belém! Belém! Belém!

    ResponderEliminar
  2. O guarda-redes do Braga (Paulo Santos) ainda tem mais pinta de maluco do que o bag do Prision Brake . O homem refila com tudo e todos , fala para as camêras , levanta os punhos a todos . Fds .

    ResponderEliminar
  3. Parabéns aos pastéis e já agora será que vale a pena irem jogar no domingo ao dragão com o FCP ?

    Pelo que eu ví as duas equipas , depois da 2º parte , já não aguentavam nem com o peso das camisolas .

    O Braga deu tudo na Luz e para que ?

    E o Belém não adiou o jogo porque ?
    Vão jogar após 72 horas PORQUE ???????????????

    ResponderEliminar
  4. Este jogo veio mostrar claramente duas das parvoíces que o nosso futebol tem (ambas por culpa da Federação). Meias Finais a disputar no estádio de uma das equipas, quando temos 4 ou 5 bons estádios às moscas e que podiam ser utilizados para estes jogos, é uma parvoíce. Um calendário que encavalita as meias finais da Taça entre duas jornadas do campeonato e jogos de competições europeias, tendo tantas semanas de férias no Natal e no Verão, é um absurdo.

    Desta vez foi o Belenenses beneficiado, outras vezes tem sido prejudicado. São erros que se vêm arrastando ao longo dos tempos e não se resolvem apenas porque não há ninguém competente a pensar nestas coisas. Não faz sentido.

    E agora é recuperar para manter a série vitoriosa no Dragão e garantir rapidamente o 4º lugar no campeonato.

    As últimas semanas de Maio vão ser bonitas... Duas ensaboadelas seguidas nos lagartos... a primeira em Alvalade e a segunda no Jamor... (só espero que não existam motivos para se falar de "trocas de favores" nessa altura: campeonato para um, taça para outro...)

    ResponderEliminar
  5. o Braga perdeu este jogo por clara insuficiência física.

    O Belenenses confirmou esta noite que a sua caminhada na tabela classificativa do campeonato, é fruto do bom trabalho de Jorge Jesus e da sua Equipa. E têm pulmão!

    ResponderEliminar

Home - Desportugal - Blog de Notícias Desportivas