sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Angola vence Malawi e é líder do grupo A

Angola venceu Malawi por 2-0 e define apuramento com Argélia

A selecção de Angola venceu esta noite o Malawi, por 2-0, em jogo da segunda jornada do grupo A da Taça Africana das Nações de futebol, disputado no Estádio Nacional 11 de Novembro, em Luanda.

Os golos do combinado nacional foram apontados pelos avançados Flávio Amado, aos 47 minutos e Manucho Gonçalves, aos 54.

Depois de uma primeira metade desinspirada da selecção nacional de futebol, mercê da pressão psicológica inicial, os Palancas Negras superaram o medo e venceram hoje, no Estádio 11 de Novembro, o Malawi, por 2-0, e assumiram a liderança do Grupo A da Taça de África das Nações em futebol, que decorre no país.

Com uma etapa inicial sem chama e energia, actuando mais na contenção para controlar os índices de ansiedade dos jogadores, Manuel José viu a equipa desperdiçar oportunidades de golo, por Manucho, Flávio e Djalma. O sector defensivo esteve impecável e mostrou que se pode sonhar.

A primeira parte foi discutida de forma equilibrada, mas a exibição da segunda metade foi melhor e proporcionou aos 50 mil espectadores momentos únicos de saborear a vitória, construída nos últimos 45 minutos, apagando a triste ponta final do desafio com Mali (4-4).

Com uma prestação de alto nível, os angolanos começaram bem o jogo. Logo aos sete minutos, Manucho avisou os malawis o que se seguiria, depois da assistência de Flávio Amado, obrigando Sanudi a uma defesa apertada. Pouco depois, aos 12, Mabiná cruzou mas a bola tomou rumo incerto.

A partir dos 15’, tudo ficou equilibrado. Mas aos 20 o avançado angolano do Valladollid de Espanha voltou a dar nas vistas, com remate perigoso, para cima. Angola foi mais perigosa no jogo flanqueado, onde Mabiná, Djalma e Gilberto (rendido por Jamuana) chegavam com facilidade para a baliza contrária, porém na hora de facturar Manucho e Flávio não encontravam o caminho certo.

Só na segunda parte, o Malawi foi superado, com um futebol mais objectivo. Foram necessários três minutos depois do intervalo, para Flávio, mesmo limitado, marcar, de cabeça, o primeiro dos angolanos, para o delírio do público presente no 11 de Novembro, após cruzamento milimétrico de Djalma.

A equipa de Manuel José manteve-se sólida e firme, mostrando-se mais fria na gestão do tempo para evitar erros desnecessários. Com essa tendência, Angola foi fazendo o jogo pelo jogo, sem entrar nas armadilhas do Malawi, pelo que o segundo era questão de tempo. Aos 54, Manucho fez o que se esperava: 2-0, aproveitamento desarme de bola a entrada de área, e “matou” o sonho dos
visitantes.

As contrariedades também tentaram atrapalhar o esquema montado pelo seleccionador angolano, pois a saída de Gilberto fragilizou o meio campo, embora Jamuana tenha sabido entregar-se e empurrado o plantel para frente, numa altura em que se denotava ainda o medo e tensão.

Flávio também saiu por lesão, aos 62 minutos, quando o resultado já estava feito e serviu para ganhar mais alguns minutos durante o tempo que esteve em campo. O seu substituto Mantorras deu outra alma e segurança aos angolanos, apesar da sua presença não ter sido coroada com golo. Segurou o jogo e tranquilizou os colegas, dando maior coesão a Chara e David, este que rendera o lesionado
Djalma, aos 62.

Kinnah Phiri, técnico do Malawi, teve poucas soluções para contrapor os anfitriões e quando A sua equipa tentava partir para o ataque era travada, pelos médios de cobertura (Stélvio, Chara e David).

Com a lição estudada, Angola suplantou o adversário, graças aos pormenores reflectidos ao longo da partida. Houve conexão entre os três sectores. Na defesa, Kali, Rui Marques e Zuela mostraram-se coesos; no meio campo e nas alas evidenciaram-se as vias mais rápidas de chegar à baliza e o ataque cumpriu com o necessário.

Para o mesmo grupo, a Argélia derrotou a similar do Mali, por 1-0, no mesmo recinto.

hoje jogam para o grupo B, às 20.30 h - Costa do Marfim-Gana.

Recorde-se que na quarta-feira o Camarões perdeu com o Gabão por 1-0 e a Tunisia empatou a uma bola com a Zâmbia.

Vídeo

Angola 2-0 Malawi
Flavio
Manucho




Argélia 1-0 Mali




Texto: Michael Cesar (correspondente e colaborador do Desportugal em Moçambique)

Página Inicial


1 comentário:

  1. Boas

    Um local util para ti: www.futebolnatv.blogspot.com

    cumps

    ResponderEliminar

Home - Desportugal - Blog de Notícias Desportivas