segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Brasileirão: 38ª jornada - Flamengo vence com sofrimento e é campeão após 17 anos; Coritiba cai e torcida promove selvageria.

Adriano foi artilheiro do campeonato
O Flamengo se sagrou campeão brasileiro de 2009 ao vencer o Grêmio por 2 a 1, neste domingo, num Maracanã lotado de rubro-negros (84.848 presentes) que esperaram 17 anos para ver seu time erguer a taça pela sexta vez em sua história. Internacional, São Paulo e Cruzeiro asseguraram as demais vagas na Taça Libertadores - o Palmeiras, líder por várias rodadas, ficou de fora. O campeonato de 2009 acabou com a melhor média de público desde 1987, com 17.772 por jogo.

Na outra ponta da tabela, o Coritiba foi rebaixado no ano de seu centenário, e seus adeptos fizeram um espetáculo lamentável no gramado após o jogo, brigando com a arbitragem e policias. A confusão se estendeu nas ruas de Curitiba, e pelo menos 14 pessoas ficaram feridas. Botafogo e Fluminense, que figuraram entre os quatro últimos boa parte do certame,
escaparam da queda, ao contrário do Santo André.

O Internacional dependia do Grêmio para ser campeão. E, pelo início de jogo, podia se supor que a “ajuda” viria. O Tricolor, usando muitos atletas jovens, começou melhor, enquanto que o Flamengo demonstrava nervosismo com a conquista tão próxima. Com isso, o Grêmio abriu o placar aos 21 minutos. Douglas Costa cobrou escanteio e Roberson desviou, 1 a 0.

Curiosamente, um minuto depois, no Beira-Rio (32.798 pagantes), o Internacional abriu o placar contra o Santo André. Kléber cruzou para Alecsandro, impedido, marcar o primeiro do Colorado. Aos 29’, no Maracanã, o Fla empatou. Depois de confusão na área, Adriano ganhou na bola área e David completou pro gol: 1 a 1. O quarto título do Inter viria mesmo com esta combinação de resultados.
Inter acaba vice, Santo André volta para B

A partir de então, o Flamengo foi todo ataque. Aos 35’, Zé Roberto desperdiçou e, já perto do fim da primeira etapa, Marcelo Grohe negou o gol a Adriano. Antes disso, o Inter já havia ampliado o escore em casa: aos 33 minutos, Índio cabeceou para ajudar a rebaixar o Santo André.
Defensores deram vitória ao Flamengo

Na etapa final, a pressão flamenguista foi mais acentuada. Antes disso, quase o Grêmio ficou novamente em vantagem, quando Douglas Costa mandou cobrança de falta para fora aos 47 minutos. Depois disso, aos 52’, Aírton mandou de cabeça para boa defesa de Grohe. Aos 68’, Adriano surgiu livre frente a frente com o goleiro do Grêmio, que espalmou a conclusão do camisa 10 do time carioca.
Angelim marcou o gol do título

Escanteio que Petkovic cobrou na cabeça de Ronaldo Angelim, que, aproveitando-se de uma má saída de gol do goleiro gremista, desempatou a partida e levantou o Maracanã. A vitória, contudo, não estava garantida: aos 77’, Lúcio levantou na área, Bruno deu rebote e Maylson errou a conclusão, perdendo a chance de empatar mais uma vez.


Enquanto isso, no Beira-Rio, três gols ocorreram nos 45 minutos finais. Dois para o Inter, por parte de Andrezinho e Giuliano, e um para o Santo André (Nunes). Mas a equipe colorada ficou mesmo com o vice (o terceiro nos últimos cinco anos), visto que o jogo foi encerrado no Rio de Janeiro depois de três minutos de acréscimos. Festa de Adriano, de Petkovic, de Ronaldo Angelim e companhia, além do técnico - que começou como interino - Andrade.

No Morumbi (30.937 pagantes), o São Passou atropelou facilmente o rebaixado Sport: 4 a 0. O destaque do jogo foi o centroavante Washington, autor de três gols. O goleiro Rogério Ceni deixou o seu, anotando seu segundo no ano cobrando falta. O Tricolor Paulista encerrou em terceiro.

Uma das grandes derrocadas neste final de campeonato foi do Palmeiras. A equipe ficou 19 rodadas na liderança e, depois de trocar de técnico (Luxemburgo saiu, Jorginho ficou como interino por sete jogos e Muricy Ramalho assumiu), e passar por problemas no vestiário (como a briga entre Obina e Maurício, que nem foi no vestiário) o Verdão acabou decaindo na reta final e ficando de fora até da Taça Libertadores. Os 2-1 para o Botafogo salvaram o Fogão da queda.

No Engenhão (38.717 pagantes), a partida começou nervosa. O Palmeiras teve a iniciativa dos primeiros ataques, mas pouco ameaçou o goleiro Jefferson. Aos poucos, o time da casa foi crescendo e encerrou o primeiro tempo dominando, com boas oportunidades para Lúcio Flávio e Reinaldo.
Botafogo se livrou da queda

Na etapa derradeira, enfim, os gols. Lúcio Flávio mandou pra área e Wellington cabeceou sem chances para Marcos, aos 56 minutos. O Palmeiras promoveu uma alteração, colocando o avante Robert, retirando um de seus zagueiros. Resultado: no contragolpe, o Fogão ampliou. Renato invadiu a área e achou Jobson sem marcação, 2 a 0. Nos acréscimos, Robert descontou, mas era tarde para botar o Palmeiras na Libertadores. E foi suficiente para manter o Fogão na elite.

Quem comemorou a vitória do Botafogo, além do próprio clube carioca, foi o Cruzeiro. A Raposa bateu o Santos na Vila Belmiro (1-2, para 6.942 pagantes) e alcançou, pela quarta vez desde 2003, uma vaga na principal competição sul-americana de clubes. Antes do jogo, briga entre torcidas. Aos quatro minutos, o primeiro gol do confronto. Jonathan recebeu e rolou para Wellington Paulista chegar batendo, 1 a 0, numa das poucas jogadas de destaque da primeira etapa.
Kleber pôs Cruzeiro na Libertadores

Na segunda, as emoções chegaram a partir dos 58 minutos, quando Jonathan foi expulso por falta em Madson. Com um a mais em campo, o Santos empatou em seguida. Depois de cruzamento, Neymar deixou tudo igual aos 70’. Três minutos depois, o técnico Adilson Batista colocou o atacante Kleber no gramado, recuperado de lesão. E o “Gladiador” foi decisivo. No seu primeiro lance, dominou e concluiu forte, colocando seu time no quarto lugar. O Cruzeiro resistiu à pressão santista nos minutos finais e vai jogar a fase eliminatória da Libertadores, em jogos de ida e volta.

Na outra ponta da tabela, o Coritiba encerrou da pior forma possível o ano em que comemorou o centenário. O empate no recebimento ao Fluminense (1-1) mandou a equipe de volta para a Série B, onde esteve pela última vez em 2007. Ao final do jogo, torcedores invadiram o campo para agredir o árbitro Leandro Vuaden, e entraram em conflito com a polícia.
Confusão no Couto Pereira

Falaremos do jogo primeiro. O Flu, invicto há dez jogos no Brasileirão, começou na defesa. Aos quatro e aos onze minutos, Marcos Aurélio e Rodrigo Heffner desperdiçaram chances para abrir o placar no estádio Couto Pereira (30.493 pagantes). Os visitantes responderam aos 21’: Fred desviou de Vanderlei, e Jeci afastou em cima da linha. O gol veio seis minutos depois. Fred rolou para Marquinho bater forte e abrir o placar para o tricolor do Rio. Mesmo assim, o Coxa seguiu na pressão, e alcançou o empate aos 35 minutos. Marcelinho Paraíba cobrou falta e Pereira subiu mais que a defesa rival, 1 a 1.
Marquinho anotou gol do Flu

Depois de atrasar o reinício do jogo, o Fluminense ficou praticamente todo o segundo tempo na defesa. O goleiro Rafael apareceu bem e impediu o segundo gol do Coritiba, na altura em que o Botafogo já vencia seu jogo e obrigava o time paranaense a buscar a virada para se safar. Não conseguiu, e a partida ficou mesmo no empate. Curiosamente, foi o Coritiba o autor da maior goleada sofrida pelo campeão Flamengo no campeonato (5 a 0). É a primeira vez que o campeão brasileiro leva a maior goleada do certame.


Cenas lamentáveis depois que o árbitro Leandro Vuaden apitou o fim do duelo. Adeptos invadiram o campo e partiram para cima do juiz. Depois, o alvo dos torcedores foi a polícia. Voaram cadeiras e até objetos usados pela imprensa no trabalho do jogo - um policial foi atingido e desmaiou, sendo socorrido posteriormente. O vandalismo prosseguiu pelas ruas próximas ao estádio, inclusive com torcedores causando depredação na casa do técnico Cuca, do Fluminense, que possui moradia na cidade.

No sábado, em jogos que não valiam nada, dois técnicos deixaram seus empregos. Geninho saiu do rebaixado Náutico perdendo por 1 a 0 para o Avaí. Já Celso Roth foi demitido do Atlético MG - semanas após renovar o contrato até o final de 2010 - levando 3 a 0 do Corinthians, na quinta derrota consecutiva do Galo nessa reta final, exilando o clube de disputar a próxima Libertadores.

Particularmente, gostaria de agradecer ao Nuno Gonçalo e aos leitores pela apreciação do Campeonato Brasileiro 2009 aqui no Desportugal. Dito isto, as férias vêm aí e voltamos em fevereiro, para cobrir mais uma Taça Libertadores da América. Até lá!


Resultados da 38ª (última) jornada do Campeonato Brasileiro 2009
Atlético MG - Corinthians, 0-3 (Souza 17’, 42’, Bill 89’)
Náutico - Avaí, 0-1 (Eltinho 35’)
Coritiba - Fluminense, 1-1 (Pereira 35’; Marquinho 27’)
Santos - Cruzeiro, 1-2 (Neymar 69’; W. Paulista 4’, Kleber 74’)
Barueri - Atlético PR, 0-0
São Paulo - Sport, 4-0 (Washington 35’, 64’, 88’, Rogério Ceni 52’)
Vitória - Goiás, 2-2 (Roger 25’, L. Domingues 82’; Felipe 52’, 60’)
Botafogo - Palmeiras, 2-1 (Wellington 56’, Jobson 65’; Robert 90’)
Internacional - Santo André, 4-1 (Alecsandro 21’, Índio 33’, Andrezinho 68’, Giuliano 82’; Nunes 85’)
Flamengo - Grêmio, 2-1 (David 29’, R. Angelim 69’; Roberson 21’)

Classificação final

Classificação

Vídeos

Flamengo 2-1 Grêmio


Internacional 4-1 Santo André


São Paulo 4-0 Sport


Santos 1-2 Cruzeiro


Botafogo 2-0 Palmeiras


Coritiba 1-1 Fluminense


Texto: Matheus Rocha (correspondente e coloborador do Desportugal no Brasil) [fotos: Terra, Uol]

Página Inicial




3 comentários:

  1. Newsletter Semanal #1

    Blog Águia de Ouro

    O Benfica regressou à liderança, onde é coadjuvado pelo Sp.Braga, o grande golo de Saviola e a importância de chegar ao Ano Novo com 6 pontos de vantagem sobre o FC Porto, entre outros temas.

    Posts Anteriores:

    - Novamente Líder
    - UEFA Europa League
    - Na ressaca do Derby
    - Derby nulo!

    http://aguia-de-ouro.blogspot.com

    ResponderEliminar
  2. Grande Matheus, desde já, agradeço-te por mais um ano de Brasileirão. Já vais em 2 e meio comigo e só posso dizer-te obrigado pela tua amizade e dedicação. Agora, amigo, curte as tuas desejadas férias.

    Quanto ao campeonato. o Flamengo acaba por colher os frutos, de um final de época desastroso do Palmeiras e do Sao Paulo. Fiquei contente pela manutenção dos outros dois do Rio (Cidade em festa) e preocupado com o ocorrido em Coritiba (aquilo foi vergonhoso).

    Grande Abraço e espero por ti para daqui a 1 mês na abertura da nova época no Brasil.

    ResponderEliminar
  3. Dear blog moderator: Hello!
    Dear friends: Hello!
    I am a friend from Taiwan is very pleased to find your blog, I also very much like your site content and articles, in addition I have added to my favorites, is there the honor and opportunity to your blog Friendly exchange of times?
    If you have already joined, please send a letter to my mailbox, I offer my site name and URL, but also want to browse and exchange information regularly ︿ ︿ Oh, thank you!
    Site Name: seo
    Website: http://seo.ao.com.tw
    E-mail: ericpme0615@gmail.com

    ResponderEliminar

Home - Desportugal - Blog de Notícias Desportivas