sábado, 16 de agosto de 2008

Benfica empata 0-0 com Inter de Milão na Eusébio Cup mas troféu fica com Mourinho nos penáltis

Zanetti levantava o troféu pelas mãos de Eusébio

O Inter Milão conquistou a primeira edição da Taça Eusébio Cup, ao vencer o Benfica no desempate por pontapés da marca de grande penalidade, após um tristonho 0-0 no final dos 90 minutos. O jogo foi bastante disputado, mas fraco em oportunidades de golo, não fazendo recordar Eusébio um dos maiores atacantes do futebol mundial.

Quique Flores tinha razão quando disse que havia ainda muita coisa a fazer. É que o Inter nem precisou de acelerar muito para ser a mais perigosa.

Figo levava a melhor sobre Carlos Martins

Poucos segundos depois do toque inicial, a bola chegou aos pés de Cardozo, que fez aquilo para que é pago: rematou, mas às malhas laterais. Com poucos segundos de jogo, a equipa de Quique Flores mostrava as melhorias que tinham justificado os últimos elogios. Pressionava bem a meio-campo, era rápida a sair para o ataque e não se perdia em remates sem nexo ou em cortes à queima. O problema era que do outro lado estava o Inter Milão, não o Feyenoord.

Cardozo atirava à barra

O primeiro quarto-de-hora foi o melhor. À primeira ameaça do Benfica, respondeu o Inter com Figo a atirar um golo feito para os braços de Quim. Logo a seguir, o maior “bruá” da primeira parte, quando Cardozo "estoirava" na trave de Júlio César com um tiro de pé esquerdo. Daí até ao intervalo, o interesse foi rever os reforços do Benfica. Sem impressionar, Rúben Amorim e Carlos Martins foram os melhorzinhos.

Inter vence Eusébio Cup

Quique Flores fez a vontade aos adeptos, colocando Reyes e Balboa ao intervalo, abrindo completamente as alas do seu ataque. O espanhol entrou mexido e cheio de boas intenções, mas a bola chegou a atrapalhá-lo. O Inter fartou-se da brincadeira e aproximou-se da frente, colocando agora mais dificuldades à defesa encarnada, sobretudo pelos pés de Ibrahimovic e Figo, que voltou a desperdiçar um golo quase feito. O tempo foi-se gastando com substituições e assobios à forma picuinhas como Bruno Paixão apitava. O Benfica não conseguia fazer mais; o Inter não queria. O nulo ficou mal a Eusébio, mas bem ao jogo. Nos penáltis, os italianos lá levaram a taça que Mourinho prometeu colocar no seu gabinete.

Podem ver várias fotos deste jogo através deste link.

Vídeo

Benfica 0-0 (4-5 g.p.) Inter de Milão (Eusébio Cup 2008)


Add to Technorati Favorites

Fotos: AP

Página Inicial

5 comentários:

  1. Bom jogo do Benfica na 1ª parte com um 11 idêntico ao que certamente vai ser utilizado ao longo da época. Um bom início de jogo que apanhou uma equipa com créditos altamente firmados como o Inter.

    Não foi uma toada avassaladora que se alastrou durante o resto do jogo até porque o Inter também foi crescendo gradualmente no jogo.

    Com as substituições, a 2ª parte foi caindo de produção...o Benfica viu-se encostado às cordas durante grande parte da 2ª parte, parecendo que só na parte final do jogo é que o Benfica estava determinado em levar a Taça pois oportunidades para o Inter nem cheirá-las.

    Depois vieram os penaltys e pumba...não se fez Chocapic mas deu para revelar que o Nelson é um azelha do tamanho de Saturno. Felipe Bastos como é novo e tal até pode ser azelha...mas do tamanho para aí de um Plutão ou qualquer coisa parecida.

    A partir da próxima semana começa a Liga mais ridícula da Europa Ocidental. Agora é deixar esta atitude ou mesmo melhorá-la nos jogos que aí vêm. Se tudo correr bem já somos campeões à 3ª jornada, mas para isso é preciso muita força mental perante a comunicação social, os árbitros e os adversários.

    Eu vejo uma luz: não é fogo, não é uma estrela, não é o apito dourado...é o brilho que o Benfica vai deixar na época 2008/2009 perante uma Europa do futebol boqueaberta!

    ResponderEliminar
  2. Foi um jogo razoavel por parte do Benfica.Contudo ainda falta afinar algumas coisas,para se poder dizer que existe equipa!
    Não sei que se passou na primeira parte,mas o lado esquerdo do Benfica parecia uma auto-estrada.

    Continuo achar,que Reyes,Cardozo e Aimar mais entrosados podem fazer muitos estragos!

    ResponderEliminar
  3. O Benfica não jogou mal, mas as melhores oportunidades foram do Inter... Figo por três vezes (uma que falha o remate e duas que remata ao boneco) e uma flagrantíssima do Ibrahimovic...
    O Benfica fez um remate ao poste! E mais???

    ResponderEliminar
  4. américo silva16 agosto, 2008 17:54

    O Benfica ombreou de igual para igual com uma equipa (teoricamente) superior, que tem muitos dos melhores do mundo, incluindo o treinador... Penso que está mais inteligente a defender e mais metódico no ataque... Em relação ao ano passado deixamos de ver o "charuto" para a frente e uma defesa de manteiga... Ainda é cedo mas já é alguma coisa... Se dizem que falta gente ao Inter ao SLB também falta porque não pensem que o Urreta ou o Yebda, ou até mesmo o Amorim vão ser titulares indiscutiveis, ainda faltam dois jogadores ao plantel um médio e um avançado... Já agora, o Inter é campeão italiano não é uma equipa de meio de tabela, e o 4º classificado do campeonato português não envergonhou os adeptos... Se isto não é evolução.. Talvez se a bola do Cardozo tivesse entrado ou o golo (mal) anulado contasse talvez a crónica fosse diferente

    ResponderEliminar
  5. Parabéns ao Figo pelo seu excelente jogo. Coim 36 anos joga e faz jogar. Incrível força da natureza. Quem não soubesse a idade dele, diria que teria uns 25 anos.

    Entrava na selecção de caras.

    ResponderEliminar

Home - Desportugal - Blog de Notícias Desportivas