domingo, 25 de março de 2007

Portugal despachou a Bélgica com 4-0 numa segunda parte fantástica ! (vídeo)

Portugal deu banho de bola aos belgas na 2º parte

A Selecção Nacional garantiu uma preciosa vitória frente à Bélgica , vergando-os com 4-0 . Uma boa resposta a quem prometeu durante a semana "limpar" fora-da-lei os nossos craques . Apesar do saboroso triunfo , fica o reparo negativo para os assobios durante o hino da Bélgica . O povo belga , não devia ter pago a factura de um "triste" de nome Stijnen , que acabou por ser o palhaço da companhia com as tais afirmações .

Num jogo escaldante pelos motivos já referenciados , Portugal entrou no jogo a controlar desde logo a partida e com a Bélgica a ter como objectivo a defesa da sua baliza. Embora controlando a partida, Portugal só ia conseguindo construir jogadas de perigo ora através de Quaresma ora de Ronaldo.

Por seu lado, a Bélgica estava em campo nesta primeira parte com dois objectivos claros: defender e perder tempo. E a estratégia belga ia resultado, já que Portugal ia perdendo gradualmente velocidade no seu jogo e sem conseguir chegar ao golo.

Na segunda parte a selecção nacional regressou bem mais acutilante dos balneários, com Nuno Gomes a desperdiçar uma soberana oportunidade. Ricardo Quaresma continuava a ser o principal catalisador do jogo português. E aos 52 minutos Portugal desmonta a muralha belga com Nuno Gomes a apontar o primeiro golo da partida. A jogada começou numa recuperação de bola de João Moutinho, que desmarcou de imediato Cristiano Ronaldo, que devolve a bola ao médio que por sua vez assiste Nuno Gomes que teve só de empurrar.

Este golo deixou a selecção belga algo desorientada, e passados 2 minutos Portugal chegou ao segundo golo. Ricardo Quaresma efectua um centro milimétrico que sobrevoa a área contrária e Cristiano Ronaldo só teve mesmo de cabecear para confirmar o golo.

Logo a seguir ao segundo golo, a Bélgica conseguiu criar a sua única oportunidade de golo, com Sterchele com a baliza praticamente aberta a atirar ao lado da baliza de Ricardo.
Aos 68 minutos, o momento mágico da noite, Ricardo Quaresma recebeu a bola do lado direito do ataque da selecção, e dispara um remate de trivela que faz entrar a bola no ângulo da baliza belga. Foi o primeiro golo do extremo com a camisola da selecção principal.
A selecção portuguesa foi controlando o jogo, segurando muito bem a bola e com a Bélgica a limitar-se a observar e a tentar alguns contra-ataques mas que nunca chegaram a incomodar a defensiva portuguesa.

Foi com alguma naturalidade que Portugal chegou à goleada, com Cristiano Ronaldo depois de uma jogada individual a rematar de fora da área e a bater o polémico guarda-redes belga, fazendo o quarto golo português.

Scolari aproveitou então para fazer descansar alguns jogadores importantes com Quaresma, Petit e Ronaldo a darem o seu lugar a Nani, Fernando Meira e Hugo Viana respectivamente. Até ao apito final do árbitro grego Kyros Vassaras, os jogadores portugueses limitaram-se a ter posse de bola, mas sempre tentando chegar ao quinto golo. Os belgas estavam vergados, convencidos e depois de tantas ameaças e polémicas, mereceram a humilhação.

Esta vitória moralizadora pode ser um bom tónico para o difícil jogo que Portugal vai disputar na Sérvia e que pode revelar-se muito importante para as contas da qualificação para o Euro 2008.

Resultados do Grupo A (Qualificação para o Euro 2008)

Cazaquistão-Sérvia, 2-1 (Ashirbekov, 47m; Zhumaskaliyev, 61m) (Zigic, 68m)
Polónia-Azerbeijão, 5-0 (Bak, 2m; Dudka, 5m; Lobodzinski, 33m; Krzynowek, 58m; Kazmierczak, 84m)
Portugal-Bélgica, 4-0 (N. Gomes, 53m; C. Ronaldo, 55m e 75m; R. Quaresma, 68m)

Classificação
1.º Polónia 13pontos (6 jogos)
2.º Finlândia 11 pontos (5j ogos)
3.º Portugal 10 pontos (5jogos )
4.º Sérvia 10 pontos (5 jogos)
5.º Bélgica 7 pontos (6 jogos)
6.º Cazaquistão 5 pontos (6jogos )
7.º Arménia 1 pontos (4 jogos)
8.º Azerbeijão 1 pontos (4 jogos)

Vídeos

Portugal 4-0 Bélgica (resumo)
Nuno Gomes 53'
Crstiano Ronaldo 55
Quaresma 68'
Cristiano Ronaldo 75'


Golos de Portugal


Foto: AP

Página Inicial

15 comentários:

  1. eduardo mendes25 março, 2007 06:38

    Se jogássemos sempre em equipa como jogamos na segunda parte, ganhávamos sempre por goleada. Agora aquelas cenas da primeira parte, do Ronaldo e Quaresma a quererem resolver o jogo sozinhos é que não entendo. Na 2º parte mudaram e para melhor .

    Boa vitória de Portugal e venha 4ª feira

    ResponderEliminar
  2. Que 2ª parte fantástica. Isto de jogar em equipa é uma diferença enorme.
    O golo do Quaresma é uma autêntica obra-prima. Estou curioso para ver como a equipa se porta com Quaresma, Simão e Ronaldo em campo. Falta-nos um Drogba para sermos os melhores do Mundo .

    Venha a Sérvia e mais 3 pontos, sff.

    FORÇA PORTUGAL!

    ResponderEliminar
  3. O homem do jogo foi sem dúvida Quaresma. Brilhante cruzamento para o 2-0, e brilhante remate no 3-0.

    "2º classificado", Ronaldo. 2 golos, com mais mérito no 4-0 que no 2-0, mas esteve bem.

    Gostei bastante também da exibição do Moutinho. Confirma-se o que eu suspeitava - é a melhor opção para substituir o Deco. Mesmo não organizando o jogo da mesma forma, não sendo um nº 10 tradicional, é um jogador com um rendimento muito alto. Não foi uma exibição perfeita, mas tamos a falar dum jogador muito novo com grande margem de progressão..

    O Tiago não tem o mesmo rendimento mas de vez em quando aparece do nada e isola alguém com um passe inesperado, também me parece a melhor opção para o lugar (de médio centro).

    ResponderEliminar
  4. grande jogo, meus amigos, temos extremos para uma decada, que dupla fantastica, ronaldo que é só o melhor jogador do mundo e quaresma, que está um Sr. jogador, agora com o simão a 10 ou até com o moutinho no meio... que selecçao que temos

    ResponderEliminar
  5. E que grande jogo de Portugal, mas tb quem tem génios como Quaresma e Ronaldo so merece mm isso.

    Ainda bem que existem clubes como o Benfica, Sporting, FC Porto, Vitória…. todos os outros alguma coisa que ao contrário dos nossos falhados políticos conseguem algumas vitórias para Portugal.

    Que grande jogador este Quaresma!

    ResponderEliminar
  6. Uma primeira parte bem chata, sinceramente esperava mais de Portugal na 1ªparte.
    Na 2ªparte as coisas foram diferentes os rasgos de Quaresma, Ronaldo e Nani fizeram a diferença perante uma Belgica apatica que apesar das abebias da nossa defesa nao conseguiu ser verdadeiro perigo.

    ResponderEliminar
  7. nuno henriques25 março, 2007 06:46

    Grande ambiente no Alvalade XIXI. Assobiou-se o hino da Bélgica, mas olha o que se há de fazer? A culpa não é minha, a comunicação social é que incendiou os ânimos. Se quiserem prender alguém, prendam o Vítor Serpa.

    Realmente, esta selecção enquanto tiver os génios que tem e o treinador que tem, no topo irá continuar. Estavam a dormir na primeira parte, saíram dois berros ao intervalo e os génios soltaram-se e fizeram o resto. De lamentar só o facto da única oportunidade da Bélgica ter vindo do erro do costume do Carvalho: faz o corte, entusiasma-se, tenta fintar até ao ataque, perde a bola e abre-se um buraco enorme na defesa.

    ResponderEliminar
  8. O Quaresma hoje esteve bem melhor que o Ronaldo. O CR fez um jogo próprio de vedeta. Só na primeira parte perdeu mais bolas em dribles desnecessários que o resto da equipa junta. Deu a ideia que o Scolari o pôs na ordem ao intervalo e melhorou muito.

    Fico ansioso por ver aquele tridente Simão-Ronaldo-Quaresma contra a Sérvia.

    ResponderEliminar
  9. Grande vitória da Equipa das Quinas sobre uma sempre complicada Bélgica!!! Desde já aplaudo e agradeço à escola de formação do Sporting pelas maravilhas que nos têm proporcionado!

    O jogo começou com uma vontade de vencer bem patente por parte de Portugal contudo, a Bélgica soube responder com uma estratégia muito bem montada tácticamente a preencher os espaços e exercendo uma pressão alta. O meio-campo da Bélgica, na 1ª PARTE, conseguiu impôr-se fisicamente aos portadores da bola portugueses, Tiago e Moutinho, obrigando Portugal a jogar demasiadamente pelas linhas deixando o Nuno Gomes abandonado na frente. A isto juntemos uma compreensível atitude cautelosa de nossa parte e compreendemos a dificuldade que a nossa Selecção teve em criar perigo na 1ª etapa do jogo.

    Depois veio o intervalo, veio Scolari, e tudo mudou. João Moutinho aproximou-se de Tiago e o jogo ofensivo central aumentou de volume. Quaresma e Cristiano Ronaldo carregaram no acelerador e a Bélgica desmoronou-se. Apartir daí deu para tudo! Para a vendetta pessoal do Cristiano, para um golo brilhante do Quaresma, para o Nani abrir o livro e até para o Nuno Gomes marcar um golo!!

    ResponderEliminar
  10. A primeira parte foi muita má, acho que a equipa esteve um pouco nervosa e não estava a conseguir ligar bem o seu jogo.
    Depois na segunda parte, Portugal entrou com outra atitude e acabou por chegar ao golo com tranquilidade

    Temos grande qualidade nas alas do ataque, com Ronaldo e Quaresma. São fantásticos... e hoje mais uma vez foram os que mais mexeram com o jogo.

    E o Nani entrou muito bem também, e claro faltou o Simão.

    Existe o mesmo problema de sempre, que é a questão do ponta-de-lança. O Nuno Gomes na primeira parte esteve péssimo e na segunda parte falhou um golo que não se pode falhar. Noutros tempos, o Pauleta era logo crucificado se falhasse oportunidades dessas.
    Mas contudo conseguiu fazer um golo, o que já não é mau.

    Grande jogo do Moutinho também, que prova mais uma vez que não havendo Deco na equipa é dos jogadores com as características mais parecidas com o mágico e que pode ser mais útil à selecção.

    Melhor em campo para mim foi o Quaresma não só pelo golo que marcou mas por aquilo que produziu durante o tempo que esteve em campo.
    É enorme!

    ResponderEliminar
  11. gabriel pontes25 março, 2007 06:51

    eu nao acho q a primeira parte tenha sido má... pura e simplesmente as oportunidades q se criaram nao deram em golo. portugal jogou de forma segura e controlou bem o jogo... so estava a ter azar na finalização... eram so remates q iam pa quinta! Ha q ver q a belgica estava mto bem fechada e era importante fechar bem qq saída para o contra-ataque.. acho q nesse aspecto portugal esteve mto bem..

    ResponderEliminar
  12. fábio cardoso25 março, 2007 06:53

    aspectos laterais:

    1 - Não é bonito assobiar o hino do país adversário. Só o faz quem tem má (in)formação. Grande parte da culpa do que aconteceu é de quem tratou os belgas por "Selvagens". Não é só do adepto anónimo.

    2 - Tive a sorte de estar, em finais de 1999, em pleno Estádio da Luz no Portugal 3 - Hungria 0 que carimbou o nosso apuramento para o Europeu de 2000. Estádio muito bem composto. Várias dezenas de milhar de pessoas. Antes do apito inicial do árbitro guardou-se um minuto de silêncio pelo desaparecimento de Amália Rodrigues, a diva da música portuguesa.

    Estar num estádio com 70 ou 80 mil pessoas em que, naquele minuto, até as moscas fizeram silêncio é uma experiência arrepiante. Dolorosa, quase. E profundamente sentida. O respeito e saudade dedicados a quem amplamente o mereceu em vida. Quando o árbitro apitou, marcando o final desse minuto, participei na maior salva de palmas que até agora presenciei. Hoje em dia perdeu-se esse cerimonial, trocaram-se os momentos, aplaude-se primeiro e faz-se silêncio depois. Não julgo que seja mais adequado.

    ResponderEliminar
  13. Que honra que eu tenho em ser português! Esta é, sem dúvida, a melhor selecção de todos os tempos. Apenas não temos um ponta de lança ao nível do restante grupo.

    Que honra que tenho em ser sportinguista! Grande Moutinho, grande Quaresma, grande Ronaldo, grande Viana, grande Nani e ainda havia o Simão e o Caneira. Todos formados no Sporting!

    Grande jogo, todos os jogadores estiveram muito bem, naturalmente que uns estiveram melhores que outros, mas todos foram exemplares no baile que deram aos "gigantones".

    Viva Portugal!

    ResponderEliminar
  14. Ao 3º minuto de jogo ainda havia Ronaldo e no mais a 1ª parte não teve historia.

    Na 2ª parte a rapaziada das quinas resolveu mostrar a um guarda redes, que antes de falar devia pensar em ficar calado, que sabem jogar futebol e a Belgica viu jogar a rapaziada em DOIS minutos estavamos a ganhar por 2-0 (NUno e Ronaldo).

    Depois bem, veio o momento da noite com um fantastico golo do Harry Potter que correrá mundo.

    Para acabar Ronaldo fechou a contagem com o tal guarda redes a encaixar quatro golos para poder contar aos netos que foi a principal figura antes do jogo e que se não fosse ele o resultado ficaria em 6/7 golos a favor de Portugal.

    Destaques:

    Quaresma espalhou magia e marcou um soberbo golo e fez o passe para o 2-0.

    Ronaldo não se intimidou e marcou DOIS golos.

    Nuno Gomes, se as minhas contas não falham, ficou a 20 golos de apanhar Pauleta.

    Moutinho esteve bem e Nani entrou muito bem.

    Não gostei de duas ou três falhas da nossa defesa que com equipa menos fraca poderia ser uma "dor de cabeça".

    ResponderEliminar
  15. Achei feio ouvir os assobios ao hino da Belgica, mas suponho que com o ambiente criado era inevitável.

    ResponderEliminar

Home - Desportugal - Blog de Notícias Desportivas